top of page
CURSO BONA DEA.jpg

Queres descobrir mais sobre ti mesma e resgatar o poder da Deusa em ti?

Queres saber quem é a Deusa, do ponto de vista arquetípico, espiritual e devocional?

Queres ver-te reflectida no espelho que te estende a Deusa através de cada uma das irmãs que contigo partilharão este espaço de autodescoberta?

Queres senti-te acompanhada e apoiada num trabalho que te ajuda a crescer como ser humano e como Mulher?

Queres apoiar com compaixão outras mulheres como tu nos seus processos de renascimento?

Queres no final dos trabalhos de um ano possuir um certificado que te habilita a trabalhar com mulheres facilitando este trabalho de autodescoberta e crescimento através da Deusa?

Queres saber como descobrir e honrar a Deusa na Natureza?

Queres desenvolver a tua criatividade e as tuas habilidades manuais criando artefactos da Deusa?

Tudo isto e muito mais nos inspira a Deusa a descobrirmos sobre Ela e sobre nós, sobre Ela em cada uma de nós, ao trabalharmos com e resgatarmos a energia de seis dos Seus arquétipos principais na nossa alma.

 

CURSO BONA DEA

A Deusa como garante do Poder Feminino

Desenvolvimento|Empoderamento Pessoal através da Deusa

12 encontros de fim-de-semana

Seis Arquétipos do Feminino

 

A Deusa imanente, permeando toda a Sua criação, é parte de nós e nós somos parte dela

Seis Arquétipos de Poder Femininos

Arquétipos são padrões, formas nas quais se exprimem naturalmente as forças do universo. Todos os comportamentos femininos, todas as fases da vida da mulher, correspondem a um padrão/Arquétipo que em cada cultura é representado por uma Deusa específica. Todas as culturas tiveram, ou têm ainda, as suas deusas, mesmo que muitas vezes desconheçamos os seus nomes e atributos.

A Primeira Divindade

Entretanto, a Deusa foi a primeira divindade a que a humanidade prestou culto, porque a função materna é anterior à paterna. Essa Deusa foi depois suplantada pelo Deus masculino, mas sem uma Deusa à imagem da qual possa ter sido criada, sem padrões de comportamento validados pela existência reconhecida e sacralizada dum Arquétipo/Deusa, como é o caso, por exemplo, de Afrodite e a Sexualidade, a mulher viu-se cortada da sua força e do seu poder, tornando-se o chamado sexo fraco.

É urgente, portanto, resgatarmos a Deusa e a autoridade espiritual da mulher, e esse resgate apenas nós mulheres o poderemos fazer, valorizando o Feminino e a Mulher, procurando em nós mesmas a Deusa das origens, a Grande Deusa nas suas várias faces e manifestações, a nossa única fonte de sabedoria feminina profundamente relacionada com a terra e com o corpo e orientada para a criação e a manutenção da Vida.  

O trabalho com os Arquétipos, forças vivas como tudo neste universo, é o trabalho do resgate da força da Mulher, sendo o Arquétipo um portal que nos permite o acesso à fonte do nosso próprio poder.

Os seis arquétipos que selecionei para este curso fornecem-nos, na minha perspetiva, inspiração nos principais aspectos da nossa vida de mulheres destes tempos. Eles relacionam-se não só com a nossa Roda do Ano do Jardim das Hespérides, a nossa dimensão da Deusa, mas também com várias outras Deusas de outros panteões do mundo. Veremos a sua fase patriarcal e pré-patriarcal, tendo assim ocasião de reflectir sobre as suas feridas que espelham as nossas.

Em doze encontros ao longo de um ano, estudaremos e resgataremos em cada uma de nós o poder da energia arquetípica de cada uma das seis faces da Deusa - Donzela, Guerreira, Amante, Mãe, Rainha e Anciã -, seleccionadas para este trabalho, bem como das várias Deusas do nosso panteão do Jardim das Hespérides e de vários panteões do mundo que melhor incorporam os vários aspectos desta energia arquetípica.

Seremos incentivadas ao estudo mas também a actividades práticas que implicam caminhar pela Sua natureza, em devoção, criando cerimónias de cura e de ressacralização da terra; à criação de artefactos e adereços sagrados, desenvolvendo artes e artefactos sagrados da Deusa antiga e eterna; à composição de poemas, louvores, orações e canções para a Deusa.

Através de dinâmicas grupais ver-nos-emos reflectidas no espelho da Deusa estendido para cada uma pelas suas irmãs de caminhada, criando cumplicidade, coesão de grupo e sororidade. Com profunda compaixão seremos instigadas a integrar partes perdidas ou renegadas de nós e da nossa alma, reclamando com amor a inteireza e completude do nosso ser.

Após a conclusão dos trabalhos solicitados e a frequência dos 12 encontros anuais, um certificado de formadora ser-te-á atribuído e serás incentivada a oferecer a outras mulheres o teu próprio curso baseado no trabalho com estes arquétipos/Deusas.

Para que a tua inscrição seja aceite, solicita o envio da respectiva ficha. O envio do comprovativo de pagamento de um depósito não reembolsável de 120 euros, a deduzir no custo total, é igualmente requerido.

Inscrição: marialuizafrazao@gmail.com

 

bottom of page